História

 

As ilhas de Cabo Verde foram possivelmente descobertas pelo navegador veneziano Alvise de Cadamosto, em 1456, quando navegava a serviço de Portugal. Cadamosto teria se afastado da costa africana devido a uma tempestade e avistado algumas das ilhas. Outra possibilidade é que o Arquipélago tenha sido descoberto pelos navegadores Diogo Gomes e António da Noli, por volta da mesma época. Não há dados precisos para que se afirme quem foi mesmo o descobridor das ilhas.

Não se conhece indícios de presença humana anterior. O povoamento começou em 1462, na ilha de Santiago. António da Noli foi o primeiro capitão donatário. Ribeira Grande, atual Cidade Velha, tornou-se a mais antiga cidade europeia fundada em região tropical.

Nos anos seguintes, as ilhas serviram de entreposto comercial para as navegações portuguesas no Atlântico. Em 1494, o Arquipélago serviu de referência para o Tratado de Tordesilhas. Segundo Frei Vicente do Salvador (Historia do Brazil, 1626-1630), a referência seria a Ilha de Santo Antão.

Em 31 de janeiro de 1533, foi criada a Diocese de Santiago de Cabo Verde, sufragânea da Arquidiocese do Funchal.

No século 16, a prosperidade de Ribeira Grande e sua localização estratégica no Atlântico, atraíram o ataque de piratas, em 1541. Os ingleses atacaram a Cidade em 1585 e 1592.

Em 1687, Portugal estabeleceu um posto comercial em território da atual Guiné-Bissau, subordinado administrativamente a Cabo Verde. Em 1879, a Guiné Portuguesa foi separada politicamente de Cabo Verde.

Em 1712, os franceses atacaram e pilharam Ribeira Grande. Em 1770, a capital foi transferida para a Cidade da Praia.

Em janeiro de 1832, Charles Darwin chegou a bordo do Beagle e fez estudos geológicos da Ilha de Santiago.

A partir de 1869, com a abertura do Canal de Suez, o movimento nos portos de Cabo Verde foi reduzido. Em 1876, o tráfico de escravos foi abandonado em Cabo Verde.

Em 1951, Cabo Verde tornou-se uma província ultramarina de Portugal. Em 1961, a população obteve plena cidadania portuguesa.

Em 1956, Amilcar Cabral (1924-1973) fundou o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC). Em 1963, houve conflitos armados pela independência.

Em abril de 1974, a Revolução dos Cravos restabeleceu a democracia, em Portugal. O novo governo acenou com a possibilidade de independência para suas colônias africanas.

Em 19 de dezembro de 1974,  o PAIGC assinou com Portugal, um acordo para a instalação de um governo provisório em Cabo Verde, visando eleições para uma Assembleia Nacional Popular, a qual declarou independência em 5 de julho de 1975.

Em 1991, após eleições pluripartidárias, foi instituída uma democracia parlamentar.

 

Copyright © Guia Geográfico - África.

 

Vista de Praia, Cabo Verde, no século 18. Imagem publicada na obra A Voyage to Cochin China, in the years 1792, and 1793 ... de Sir John Barrow.

 

Historia

 

Cabo Verde

 

Forte São Felipe, na antiga Cidade de Santiago de Cabo Verde, atual Cidade Velha.

 

Mapa Seculo 16

 

Castelo Arguim

 

Grandes Navegações
Forte São Felipe

 

História

 

 

Ilustração antiga da Ilha de Santo Antão.

 

Colonias Africa

 

Historia Cabo Verde

 

 

Cabo Verde turismo

 

 

 

 

Por Jonildo Bacelar

 

História

 

 

 

Gagum