Ilha do Príncipe

 

Descoberta em 17 de janeiro de 1471, foi inicialmente batizada de Ilha de Santo Antão, o santo do dia. Foi rebatizada posteriormente em homenagem ao futuro rei D. João III. Em 1756, esteve aqui o engenheiro baiano José Antonio Caldas, que fez o projeto para uma nova Sé e plantas da Ilha. A sede da Diocese, entretanto, continuou em São Tomé.

Desde 1995, a Ilha do Príncipe é uma região autônoma. A capital é Santo Antônio, fundada em 1502. Em 1753, foi elevada à condição de cidade e tornou-se a capital da antiga colônia portuguesa até 1852, quando a capital retornou para São Tomé.

Hoje, a Ilha do Príncipe abriga uma grande reserva natural, construções históricas e o resort Bom Bom. A Ilha do Príncipe, com área de 142 km², representa cerca de 15% da área total do País. Possui grande cobertura de floresta tropical e tem litoral bastante recortado. O ponto mais alto é o Pico do Príncipe, com 948 metros. Situa-se a 145 km de distância da Ilha de São Tomé.

 

Copyright © Guia Geográfico - Turismo e roteiro de viagem da África.

 

Ilha Principe

 

Ilhas Oceano Atlântico

 

São Tomé e Príncipe

 

Resort

 

Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Santo António.

 

Instalações do Resort Bom Bom na Ilha do Príncipe.

 

Mapa Principe

 

Igreja

 

Praia

 

São Tome e Principe

 

Ilha Ano Bom

 

Vista parcial da reserva da biosfera da Ilha do Príncipe.

 

 

 

Ilha do Príncipe

 

Mapa base do National Geographic's MapMaker Interactive (editado)

 

 

 

Divulgação